domingo, 3 de fevereiro de 2019

Atraso, cancelamento, remarcação e reembolso de passagem aérea.

Já passaram por alguma situação de atraso e cancelamento de voo pelas companhias aéreas onde vocês ficaram sem saber o que fazer? Já precisaram remarcar ou pedir reembolso, seja por atraso ou cancelamento da companhia aérea ou por opção de vocês? 

Nesta publicação, irei abordar sobre atrasos e cancelamentos de voos pelas companhias aéreas, remarcação e reembolso. O que fazer, como funcionam e quais são seus direitos. Além disso irei falar sobre os cuidados que vocês devem ter antes do embarque para não correrem o risco de perderem o voo, pois isso pode custar muito caro!


pixabay
ATRASOS E CANCELAMENTOS:

Atrasos e cancelamentos são comuns no mundo todo, e podem ocorrer tanto por parte da companhia aérea quanto por parte do passageiro. E em ambos os casos geram transtornos e custos extras. 

É passageiro que acaba perdendo a conexão com o próximo voo por causa dos atrasos das companhias, o horário do check-in no hotel que muitas vezes acabam perdendo até a diária, atrasando os passeios turísticos programados, e além disso, ainda geram transtornos as próprias companhias aéreas, uma vez que, se os atrasos e cancelamentos ocorrerem por responsabilidade da companhia, terão que arcar com as despesas extras dos passageiros e dentre outras despesas internas de tripulação. 

Os atrasos e cancelamentos, geralmente ocorrem por mudanças climáticas, como; chuvas e tempestades, ventanias, etc. Também, podem ocorrer se algum passageiro ou tripulante passar mal, por desentendimentos na hora do embarque, por conta dos passeiros ou da tripulação, por manutenção não programada do avião ou excesso de trafego aéreo, muito comum em feriados, natal, ano novo, semana santa, etc. E nesses casos, é até uma questão de segurança para os passageiros mesmos. 

Também ocorrem por baixa ocupação dos voos, que é  quando são vendidos menos de 30% dos assentos, gerando custos ás companhias, cujo o lucro não são capazes de suprir os gastos, e aí eles acabam cancelando um voo e realocando os passageiros em outro voo. 

Por preterição de embarque; nos casos onde eles fazem muitas promoções e aí o avião fica lotado, e por motivos de segurança é preciso esvaziar o voo. E aí, a companhia aérea cancela o voo de um passageiro, que mesmo cumprindo os requisitos de embarque, é impedido de viajar naquele voo, por necessidade de troca de voo. 

E ainda, podem ocorrer por bagagem de mão fora do padrão ou demora na fiscalização durante o raio x caso suspeitem de algo. Quando um passageiro faz check-in e despacha a bagagem e não aparece, e ai esse passageiro precisa ser encontrado, pois não é permitido mala viajar sozinha hahaha. Parece engraçado né? Mas isso é uma medida para evitarem cargas suspeitas, pois podem enviar cargas sozinhas com drogas etc.

Para evitarem que isso aconteça e vocês não fiquem perdidão lá no aeroporto, publiquei esses dias uma publicação sobre: PRIMEIRA VEZ NO AEROPORTO. O QUE FAZER? Não deixem de ler sobre o assunto.

Leita Também: como planejar uma viagem?

DIREITOS DOS PASSAGEIROS EM CASO DE VOO ATRASADO OU CANCELADO PELA COMPANHIA AÉREA:

Como vocês viram, há vários motivos cujo os voos podem ser cancelados por parte das companhias aéreas, ou haver atrasos. E isso acaba prejudicando o consumidor, pensando nisso a ANAC (órgão que regulamenta a aviação civil brasileira) estabeleceu algumas obrigações. 


"As companhias devem informar imediatamente sobre o atraso ou cancelamento ao passageiro, e além disso, as companhias devem informar a previsão de partida dos voos em atraso a cada 30 minutos no aeroporto.  
Prestar assistência material de acordo com tempo de espera, que nada mais é do que serviços extras em caso de atraso ou cancelamento por parte da companhia aérea, onde o passageiro encontra-se no aeroporto aguardando, dentro ou fora da aeronave.
Remarcar o voo, sem custo, para data e horário de sua preferência ou realocar o passageiro para outro voo da mesma empresa ou empresa diferente para mesmo destino, sem custos, se houver disponibilidade de lugar ou prestar reembolso integral, ,incluindo tarifa de embarque, que nestes casos, a companhia aérea pode suspender a assistência material, caso o passageiro solicite remarcação ou o realocamento seja dentro do prazo e o embarque seja imediato.
A partir de 1h de espera por atraso; a companhia deve oferecer serviços de comunicação, como telefone e internet.
A partir de 2h de espera por atraso; oferecer voucher  de alimentação que de acordo com horário, poderá ser almoço, lanche ou jantar. 
A partir de 4h ou mais de espera por atraso; oferecer hospedagem (em caso de pernoite no aeroporto) + transporte de ida e volta até o local de hospedagem. Se estiverem no local de domicilio, a empresa poderá oferecer apenas transporte de ida e volta do aeroporto até a residencia e da residencia até o aeroporto.
*Passageiros com necessidades especiais e seus acompanhantes sempre terão direito a hospedagem, independente da exigência de pernoite no aeroporto.
 Caso fiquem com um créditos na companhia ao solicitar o reembolso, esse crédito tem validade de 12 meses, ou seja, você terá um ano pra remarcar".  
Fonte: SITE ANAC.
Em casos de cancelamento por bug de passagem aérea (erro de preço), que é super comum, o cancelamento da passagem pela companhia aérea, é ilegal e cabe indenização no juizado especial, uma vez que, o erro foi da companhia e não do passageiro. Muita gente deixa pra lá, por isso as companhias aéreas continuam com essa prática ilegal.

Os artigos 30 e 35 do CDC (código de defesa do consumidor) deixa bem claro essa relação de consumo;
Art. 30. Toda informação ou publicidade, suficientemente precisa, veiculada por qualquer forma ou meio de comunicação com relação a produtos e serviços oferecidos ou apresentados, obriga o fornecedor que a fizer veicular ou dela se utilizar e integra o contrato que vier a ser celebrado. 
Art. 35. Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar cumprimento à oferta, apresentação ou publicidade, o consumidor poderá, alternativamente e à sua livre escolha:
- exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade;
II - aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente;
III - rescindir o contrato, com direito à restituição de quantia eventualmente antecipada, monetariamente atualizada, e a perdas e danos.
Em casos de danos morais e materiais, principalmente se você  tinha que resolver algo de urgência, só tinha aquela data para viajar, seja a trabalho ou lazer, ou perdeu o valor pago de diária em hotel ou passeio, cabe indenização. Mesmo nos casos onde não houve dano material, cabe indenização, se a companhia faltar com o cumprimento de suas obrigações.

Para evitarem esses transtornos de atrasos e cancelamentos, a dica é, tenham preferência ás companhias aéreas que tem maior frota de voos, pois nesses casos, será mais fácil ser realocado de voo. Um dia antes confiram o voo no site das companhias aéreas ou liguem para suas respectivas centrais de atendimento para confirmarem se não houve qualquer mudança em seu voo. 

Se a viagem for a trabalho ou compromisso marcado, tentem ir um dia antes.

 REMARCAÇÃO PEDIDO PELO PASSAGEIRO:


Se precisarem alterar a data, façam isso com antecedência a data do voo, pois quanto mais em cima da hora, maior a chance dos voos aumentarem e vocês terem mais custos com a diferença de tarifa. 

Se ocorrer algum imprevisto no caminho até o aeroporto no dia do embarque, tipo engarrafamento ou por outro motivo, onde vocês percebam que chegarão atrasados, liguem para remarcar o horário ou data do voo com pelo menos 1h á 2h antes em voos domésticos e em voos internacionais de 2h á 3h antes. Assim, evitará da companhia aérea entender que vocês não compareceram, independentemente se vocês tiverem feito check-in online ou não. 

O check-in online não garante nada, se vocês não comparecerem no aeroporto dentro do prazo, com as documentações certinhas, pois eles irão conferir novamente. E além disso, nos casos de no-show (não comparecimento para o embarque) vocês evitaram a taxa cobrada pelas companhias, que geralmente estão expressas no contrato.

A dica é, tente pedir para realocarem no próximo voo, mas neste caso, terão que pagar uma taxa. O ideal, é chegar sempre no aeroporto com 2h de antecedência em voos nacionais e 3h em voos internacionais.

De acordo com ANAC  "os custos da remarcação, serão calculados sobre o valor dos serviços de transporte, e sua variação ocorrerá de acordo com as regras do contrato de transporte da passagem aérea adquirida. As multas cobradas pelas companhias aéreas, não poderão ser maiores que estes valores, mesmo que a passagem aérea seja promocional.


REEMBOLSO PEDIDO PELO PASSAGEIRO:

Em casos onde é feita alteração de voo pelas companhias aéreas, elas são obrigadas a oferecerem reembolso integral ou remarcação sem custo. 

Já nos casos onde o passageiro solicita cancelamento, deverá consultar o contrato do que foi comprado, verifiquem a respeito das taxas, se a tarifa é reembolsável ou não, e o valor da multa de cancelamento.

Sei que ler contratos é chato, mas é melhor ler, do que ser surpreendido nos casos onde precisem reivindicarem seus direitos. Nem sempre o cliente tem razão, principalmente se ele assinou concordando com o contrato ou clicou lá no botãozinho li e aceito, que a maioria ignora, sabe?

Óbvio, que se for um contrato onde as clausulas sejam abusivas ou ineficazes, ou seja, um contrato unilateral, onde as clausulas protejam apenas uma das partes ou onde o contrato viole alguma lei, aí poderá até reivindicar seus direitos, que alias, em ambos os casos você até pode entrar na justiça, é um direito seu, mas se o contrato for válido e você estiver concordado, não vai dar em nada. 

Se o valor da remarcação for igual ou maior que a do reembolso, a dica é solicitar reembolso e comprar um novo bilhete aéreo, assim você pode verificar promoções de passagens em outras companhias ou até mesmo na mesma companhia, isto é, caso a tarifa de seu bilhete seja reembolsável. O prazo de reembolso, é de 7 dias, a partir da solicitação feita pelo passageiro.


DÚVIDAS FREQUENTES:
Com certeza, a dúvida mais frequente que recebo dos passageiros na agencia de turismo onde trabalho, é; se eu desistir, posso vender minha passagem pra alguém ou mudar o nome pra outra pessoa?

Não! Se não poderá voar naquela data o ideal é remarcar a passagem, sendo que há um custo adicional. Caso desistam da viagem, não poderão repassar para outra pessoa, as companhias aéreas não fazem troca de nome, e isso é valido para todas as companhias e tipos de tarifa. 

Sobre o direito de arrependimento até 24h, como funciona?

Você tem até 24h para exercer seu direito de arrependimento, desde que o cancelamento ocorra no prazo de 24h, contando a partir do recebimento do comprovante de reserva e se aplica somente a cancelamento com antecedência de 7 ou mais dias da data de embarque. Então, se você comprou a passagem para viajar em cima da hora, esqueça!

O direito de arrependimento é um direito potestativo do consumidor e está previsto no artigo 49 do CDC. Se o consumidor exercer esse direito dentro do prazo, os valores pagos deverão ser devolvidos.

Posso antecipar meu voo no mesmo dia?

Sim! A antecipação de voo na mesma data da viagem é oferecida gratuitamente por várias companhias aéreas. Basta entrar em contado com pelo menos 48h de antecedência. 

Escrevi meu nome errado na reserva, posso embarcar assim mesmo?

Não! No momento do embarque os documentos são conferidos, e por este motivo, o ideal é você ligar para companhia aérea e informar o erro de digitação e solicitar a correção, que inclusive, é gratuita.

Caso tenham comprado através de agencias de turismo, basta entrar em contato para que elas façam o contato com a companhia aérea.

QUAIS  AS TAXAS COBRADAS PELAS COMPANHIAS AÉREAS: 

1. Taxa de remarcação; cobrada quando o passageiro deseja alterar a data ou horário do voo.

2. Taxa de reembolso; taxa cobrada por reembolso do dinheiro pago, multa nos casos de cancelamento por parte do passageiro. Neste caso, é importante verificar em seu contrato se a tarifa é reembolsável, pois em muitos casos, como voos promocionais, a tarifa não é reembolsável.

3. Taxa de diferença de tarifa; diferença entre o preço pago no voo e o preço que terá que pagar na escolha de um novo voo.

Na diferença de tarifa, o preço geralmente fica mais caro, ainda mais quando vai ficando próximo a data do voo. Se vocês deixarem para marcar em cima da hora, irão pagar mais caro.


4. Taxa de No-Show; não comparecimento e perca de voo nos casos onde o passageiro chega atraso no aeroporto. 

Bom, espero ter ajudado e espero que gostem, confesso que esse tema foi o que mais me deu trabalho. Tive que estudar bastante, as resoluções da ANAC e algumas leis sobre o assunto, e ainda liguei para 2 companhias aéreas para tirar algumas dúvidas. 

Não sou Expert no assunto, embora trabalhe com turismo e tenha estudado direito, mas o que eu não souber, irei sempre buscar auxilio pra tentar trazer um conteúdo diferenciado. 

Deixem suas dúvidas nos comentários, irei responder mais pra frente. Ah! Em breve irei postar vídeos sobre o assunto no meu canal do youtube que já está parado há três anos. bjs

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Primeira vez no aeroporto. O que fazer?

Vão voar de avião pela primeira vez e ainda não sabem o que fazer no aeroporto? 

Sou agente de turismo e preparei um guia completo sobre o que fazer em sua primeira viagem de avião, como funcionam os procedimentos de embarque e desembarque, check-in, despache de mala, quais as regras do aeroporto e ANAC, horários, documentação e toda informação necessária para dar suporte aqueles que irão voar de avião pela primeira vez.

Eu sei o quanto isso é confuso pra alguns e principalmente para quem tem medo de voar de avião, mas não se preocupem, pois avião é o meio de transporte mais seguro que existe. Então, não se preocupem que irei dar toda informação necessária para auxiliar vocês nisso, e vocês saberem como proceder em sua primeira vez no aeroporto. Lembrando que não sou Expert no assunto, embora trabalhe com turismo, então fiquem sempre de olho nas possíveis atualizações de regras das companhias e principalmente da ANAC.



Quando vocês compram passagem aérea, vocês recebem  um bilhete aéreo ou voucher se tiverem comprado em agência. Em ambos vem escrito o número do localizador com as informações necessárias do seu voo, e também o nome, idade e destino que vocês vão, o número dos voos de ida e volta, de qual aeroporto o avião vai partir, se tem ou não escala (que é uma conexão/parada em algum outro destino antes de chegar ao destino final), se tiver escala, vem dizendo onde é a escala/conexão (em qual aeroporto), mostra se será preciso trocar de aeroporto ou somente de voo. Se o voo de ida é no mesmo aeroporto da volta, data e horário de partida e chegada (ida e volta)e para voos com escala, vem no bilhete os horários e tempo de escala.

Leia Também: Como comprar passagem aérea barata.
Leia Também: Cuidados na hora de comprar passagens aéreas.

ATENÇÃO: As companhias podem cancelar ou mudar os voos antes da data de embarque, e muitas vezes até por motivos de segurança. A dica é, se vocês compraram a passagem por conta própria, fiquem atentos e confiram entre 7 dias á 24h antes antes do embarque.

 A conferencia é feita no site da companhia que vocês reservaram, utilizando o número do localizador (termo técnico popularmente conhecido como código da reserva).

Se compraram através de agencia de turismo, não se preocupem, pois é responsabilidade da agencia verificar e informar ao cliente e resolver junto a companhia aérea.

MARCAÇÃO DE ASSENTO: 

De acordo com as novas regras, as agencias não podem mais fazer a marcação de assento, pois a nova regra, permite que as companhias aéreas cobrem pela marcação de assento. Os valores variam entre 15 á 50 reais dependendo da companhia e tarifa que você pagou, para algumas tarifas como Plus e Top, algumas companhias deixam o serviço disponível gratuitamente, mas calma! Eu sei que você está pensando "que merda, ainda terei que paga por assento também?" as maioria da companhias deixam o serviço gratuito para todos, quando faltaram 72h antes do voo, e aí vocês podem marcar, 72 horas antes do voo de ida e depois 72h para o voo de volta. 

A marcação pode ser feita gratuitamente um dia antes da viagem junto com check-in online ou no checkin do aeroporto, é o que fazem a maioria das pessoas, vocês só ficarão sujeitos  a escolher os assentos que sobrarem. Para isso, é necessário, nome e número do localizador, e é feito no site das companhias aéreas.

DOCUMENTAÇÃO:

Para check-in online, app ou toten, são necessário número do localizador, nome, RG ou CPF. 

Para  check-in no balcão das companhias RG legível e atualizado, não pode RG de quando você era mais novo, cuja aparência não dê para identificar que é você, também não pode viajar com RG rasgado ou tão velha que não dê para identificar os números, localizador e bilhete aéreo. Também é permitido embarcar com CNH e carteira CTPS. 

Se vão para países que exigem, passaporte, será necessário passaporte válido para o check-in, se o país que vocês forem, exigirem visto, será necessário apresentar visto no check-in. Se o país exige vacina de febre amarela, o certificado da vacina também será necessário apresentar. 

Menores de idade precisam de autorização para voos internacionais, do pai se for viajar só com a mãe, da mãe se for viajar só com o pai, que nada mais é que uma carta escrita a mão mesmo e autenticada em cartório.

Para viajar com terceiros para voos nacionais e internacionais, precisam de autorização dos pais. A partir de 12 anos é obrigatório apresentar RG, embarcar com certidão de nascimento, somente para menores de 12 anos.

ATRASO OU CANCELAMENTO DO VOO:

Caso o voo atrase ou seja cancelado, principalmente se for pra manutenção, não se preocupem, pois é por sua própria segurança, e além do mais, os aeroportos sempre tem telões e placas por todo lado, com informações do voo, e ainda tem sempre um balcão de informações ou alguém para te auxiliar.  


*Irei fazer um post só pra falar sobre o que fazer e quais seus direitos nos voos com atraso ou cancelamento. Não irei abranger muito aqui para não ficar longe e perder o foco.

CHECK - IN:


O check-in nada mais é do que o processo de checagem dos documentos, para certificarem que está tudo certinho. 

É importante chegar com 2h de antecedência nos aeroportos tanto para voos nacionais quanto para internacionais segundo a ANAC (agencia nacional de aviação civil), porém as agencias e companhias aéreas sempre orientam chegar 2h para voos nacionais e 3h para internacionais. Muita gente vai com apenas 1h de antecedência, mas eu não indico isso há ninguém, embora dê certo para alguns, devemos lembrar que imprevistos acontecem, então é melhor prevenir do que correr o risco de perder o voo.

No Brasil, a maioria dos aeroportos, as companhias aéreas encerram o check-in com 40 minutos de antecedência, que é quando termina o check-in e começa o embarque. Então o check-in começa com 2h de antecedência e termina 40 minutos antes do embarque. Isso porque, os aeroportos são grandes, então até chegar nos portões de embarque, enfrentar filas para fazer check-in, despachar mala... fiquem atentos a isso!


Caso queiram evitar a fila do check-in, vocês podem optar em fazer o check-in online ou pelos totens que você encontra nos aeroportos (só lembrem de certificar que estão fazendo check-in no toten da a companhia aérea que você reservou a passagem, porque tem vários de várias companhias pelos aeroportos, geralmente ficam próximos aos balcões de cada companhia aérea.

O check- in online fica liberado geralmente em 72h antes da viagem, mas verifiquem a regra da companhia que vocês reservaram ou façam 24h antes da viagem. Terminam geralmente 90 minutos antes (1h e meia). 

Fazer o check-in online evita fila economiza tempo e vocês podem fazer com calma, mas lembrem-se que vocês enfrentaram fila para fazer o despache da mala e dependendo do aeroporto, a fila pode ser a mesma. Neste caso, terão que enfrentar fila do check-in da mesma forma ou se forem 2 filas, somente a fila para despachar a bagagem. 

Se não for despachar bagagem aí o check-in online vale mais a pena, mas mesmo assim cheguem com antecedência da mesma forma, eu sempre falo isso para os passageiros aqui da agencia, pois a gente não tem como saber se poderá ocorrer imprevistos, além do mais caso um voo seja cancelado, chegando cedo, vocês terão mais chances de ser realocado no próximo voo. 

As vantagens do check-in online (antecipado), é que vocês poderão marcar assentos melhores, se for uma conexão apertada, vocês conseguem sentar mais a frente e sair entre os primeiros,se acontecer algum imprevisto como engarrafamento no caminho, vocês terão adiantado a parte do check-in e só terão que entrar na fila pra despachar a bagagem, e se não forem despachar, melhor ainda, mas calma que aina há outros procedimentos, irei falar logo abaixo. 

Atenção:

* Não é permitido check-in online para menores de idade, por segurança da própria criança. Imaginem só se qualquer um puder fazer check-in online de menor... poderiam reservar e fazer check-in do seu filho e embarcarem com ele sem sua autorização.

* Pelo mesmo motivo de segurança, mesmo quando a pessoa faz o check-in online, ao chegarem no aeroporto serão conferidos os documentos, para checarem se está tudo certinho.

Para voos internacionais, o check-in começa 3h antes e termina 1h de antecedência ao horário de embarque. Isso porque, para voos internacionais, o check-in e o raio x são mais criteriosos.

Chegando no terminal de embarque, vai ter um telão com nome da companhia, horário de partida e número do voo. E é ali que ficam os balcões de check-in também, então quem não fez o check-in online, irá se direcionar ao balcão correspondente a companhia aérea que você reservou a passagem

Quando concluírem o check-in será emitido o cartão de embarque, que nada mais é, do que o papel impresso e só após o check-in eles entregam esse cartão de embarque.

DESPACHE DE BAGAGEM: 

É feito no check-in, após checagem dos documentos, irão pesar a mala  de vocês e passar na esteira.
Nos voos domésticos a mala despachada é de até 23 quilos e internacional dependendo da companhia aérea, até 20 quilos. Já a bagagem de mão são 10 quilos em voos domésticos e internacional 8 quilos, também dependendo da companhia. Confiram sempre nos sites das companhias antes de reservar a passagem.

DETECTOR DE METAL:

O próximo passo é passar no detector de metal, e aí, se vocês estiverem de cinto com fivela de ferro, aço, sei lá, vocês devem tirar e colocar junto com a bolsa e os eletrônicos de vocês na caixa. As vezes, eles pedem para abrir as bolsas para eles verem, mas é assim mesmo, é para nossa própria segurança. Por que, imaginem só um doido viajando armado e depois fazer uma doideira no avião? Não dá pra arriscar né!

Quando terminarem, não esqueçam de conferir se pegaram tudo, cuidado para não esquecer seus objetos. E lembrando que na mala de mão, não é permitido levar frascos acima de 100 ml, mas eu irei falar posteriormente sobre isso melhor. 

Após passarem pelo raio X, fiquem aguardando próximo ao portão de embarque e atentos ao letão, onde terá novamente o número do voo, nome da companhia, horário, destino e o número do gate (portão). Ali, vai ter alguém novamente pra conferir o bilhete e documentos de vocês, mas se chegarem com antecedência, podem aguardar ali, e fiquem atentos aos telões, pois podem mudar o número do portão.


Quando for a hora, vocês irão ouvir o voo ser anunciado. Nesta hora, lembrem-se que, lactantes,  gestantes e idosos tem prioridades na fila e além deles, para algumas companhias, os afiliados de seus programas também tem embarque prioritário. E adivinhem só, na fila irão verificar seus documentos novamente, haja saco! Mas é por segurança né?!

* Se aptar, não se preocupem, apenas irão fazer perguntas como fazem nos bancos, "tem alguma chave na bolsa?" e blá blá blá...

EMBARQUE:

Após o check-in e raio X, procurem o terminal de embarque. Os aeroportos, geralmente tem mais de um terminal de embarque e desembarque, por exemplo; terminal 1 e terminal 2, etc. No bilhete de vocês, diz o terminal que irá embarcar e desembarcar, e nada mais é, do que a "sala de espera" do aeroporto, tanto para quem vai embarcar, quando para aqueles que aguardam quem vai desembarcar, então lembrem-se de avisar a pessoa que vai esperar vocês no destino final, qual o terminal do seu desembarque. 

A partir da porta de embarque não passa mais ninguém que não seja passageiro a embarcar, então, ali é a hora de se despedir, caso estejam acompanhados.

No portão de embarque, estejam novamente munidos de seus documentos, tais como; RG, bilhete aéreo, e dependendo do destino; visto e passaporte. Ali, é onde vocês passam o código de barras do bilhete aéreo na máquina e se direcionam para o gate (portão).

Bom a partir dali, somente bagagem de mão, que para nacional é até 10 quilos por pessoa e internacional até 8 quilos, mas depende da companhia aérea. Vocês podem levar mochila ou bolsa, mais a mala pequena que esteja de acordo com limite de bagagem de mão estabelecida pela companhia que você irá voar.

CHEGANDO NO AVIÃO:

Ao entrar, verifiquem o assento de vocês. Os assentos são organizados no vertical e horizontal. Na vertical, é onde tem os números; 1, 2, 3 ,4... E na horizontal, as letras; A, B, C... e o assento de vocês, podem ser 29 A, por exemplo. A partir dali, sigam as instruções do voo apertem o cinto e curtam a viagem.

DESEMBARQUE:

Ao chegarem no destino, antes mesmo de saírem do avião, vejam se não esqueceram nada e sigam os demais passageiros em direção a placa de saída. Peguem a mala na esteira, caso tenha despachado.

Se o voo for internacional, será necessário passar pela imigração e só depois pegar as malas. Caso vejam alguma irregularidade em suas malas, é necessário reclamar ali na hora... não adiante fazer isso quando chegarem em casa. 


Para encontrarem a esteira onde vocês irão pegar as malas, basta olhar nos telões, o voo que vocês vieram, horário e número da esteira onde irão pegar as malas.

* Em voos com conexão, vocês só pegaram a bagagem no destino final. 

Enfim, espero ter ajudado, não deixem de comentar o que acharam... até a próxima! 
Boa viagem!!!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Seguro viagem, tudo que você precisa saber!

Olá viajantes! Hoje irei falar sobre algo muito importante na viagem, mas que muitas vezes não damos importância, até precisarmos dele, o seguro viagem! 

Ninguém viaja pensando que vai acontecer algo ruim, sempre esperamos o melhor da viagem, é claro! E eu sei que as vezes, tem muita gente pensa "puts! Vou ter que gastar dinheiro com isso? E se nada me acontecer?", mas imprevistos podem acontecer e precisamos estar preparados, caso aconteça, porque não temos como controlar o que acontece.

O seguro é um gasto a mais na viagem, mas é tão barato, e além do mais, se acontece algum acidente ou alguém passa mal, dependendo do que for, vão gastar muito mais... ainda mais em viagens internacionais, onde desconhecemos, se aquele determinado país tem assistência pública, quanto custa, como funciona o sistema de saúde, se assiste estrangeiros, etc. E até mesmo em viagens nacionais, tem Estados que as regras de saúde são diferentes ao nosso Estado de origem, então imaginem só...

Além disso, em alguns países, o seguro viagem é obrigatório. Nos EUA não é obrigatório, porém um atendimento médico lá, é caríssimo! Uma consulta médica de emergência pode custar 300 dólares, que em média, é mil reais. então a primeira coisa que eu tenho a dizer é, seguro viagem vale a pena, é importante e é super barato! 


Bom, eu já planejava falar sobre o assunto, mas confesso que quem me motivou a abordar sobre isso hoje, foi a @brunaesuasviagens uma viajante muito querida do Instagram, que me perguntou qual seguro viagem eu indico e qual o melhor seguro viagem na minha opinião.
  • O que é um seguro viagem, para que serve e qual sua importância?
O seguro viagem é uma assistência temporária que lhe assiste durante um determinado período de sua viagem e não um plano de saúde, ao contrário do que dizem por ai. 

Em sua maioria, suas principais garantias são despesas médicas, hospitalares, odontológicas e farmacêuticas, e ainda cobrem exames médico e consultas de urgência, extravio de bagagem e documentos, danos á mala ou gastos derivados ao atraso de bagagem, regresso antecipado ou cancelamentos por motivos de força maior, assistência jurídica, pagamentos de fiança, translado médico, assistência em caso de morte, regresso sanitário, em caso de acidente ou doença grave, onde o viajante tenha que retornar com urgência ao seu país, e suporte ao viajante desde um telefonema urgente até a assistência ao consulado. 

Alguns tipos de seguro viagem também cobrem doenças pré existentes, mas lembrando que, para doenças pré existentes, o seguro só irá cobrir emergências, assim como nos casos de acidentes onde a pessoa passa mal. Como já disse, não é um plano de saúde, onde você pode fazer consultas especializadas, e sim uma assistência emergencial durante um determinado período. É uma garantia para que o viajante não fique desamparado, caso ocorra esses imprevistos. E em alguns casos  inclusive, o médico vai até você e presta assistência onde você estiver sem cobrar taxa extra. 

  • Qual seguro viagem eu indico?
O melhor seguro viagem na minha opinião, é aquele que atende as minhas necessidades e melhor me assiste. O ideal é analisar o que o seguro viagem cobre e o que não cobre, pois cada viajante, tem uma necessidade diferente durante a viagem, então analisem se irão viajar para praticar esportes radicais, onde o risco de acidente é maior, se está viajando grávida, se vai com criança ou idosos, se já tem alguma doença pré existente que nesses casos são indispensáveis, ou se é apenas uma viagem a turismo porque aí vocês também irão precisar, mas podem contratar um mais básico. E aí, é importante vocês analisarem o seguro que melhor atendem essas necessidades e cobrem esses tipos de assistência. 


E respondendo a pergunta da @brunaesuasviagens o melhor seguro na minha opinião e acredito que na opinião da maioria das pessoas é o Seguros Promo do grupo Belvitur, que atua no setor de viagens a mais de 53 anos. Eles trabalham com as mais diversas seguradoras de viagem, como a Travel Ace por exemplo, seguradora de assistência de viagem que eu estou acostumada a trabalhar e oferecer aos clientes na agencia física da CVC turismo, onde trabalho. Trabalham também com as seguradores da Assist Trip, April Brasil, Assist Card, ITA Travel, Itermac, Affinity e a Seguro GTA. 

A Seguro Promos oferece diversos opções de assistência de viagem e tem seguros com coberturas diversas; planos para quem vai viajar para EUA, Asía, Europa, pra quem vai fazer intercâmbio, etc. E eu tenho muita honra, em ser parceira  deles. Não fui paga para falar nada disso, como vocês sabem sou agente de turismo e criei o blog por que amo escrever, e poder dar essas dicas é um grande prazer para mim. Ser parceira da Seguros Promo é apenas um detalhe no qual sou muito grata.
  • Como contratar o seguro viagem?
Bom, agora que vocês já sabem o que é seguro viagem, qual sua importância e qual eu indico, basta escolherem o que melhor irá assistir sua próxima viagem. Usando meu código de descontos que é ROTINATRIP5 vocês ganham 5% de desconto.

  • Informações importantes para quem contrata seguro viagem: 

* A assistência médica são para emergências e não para consultas especializadas.

* Pegue recibos e notas fiscais de todo medicamento que comprar na viagem, recibos de consultas, exames, laudos médicos, etc. Para posteriormente (na volta da viagem) requerer o reembolso.

* Os reembolsos e indenizações são nas proporções e limites descritos na apólice do seguro conforme contratado.

* Lembrem-se de levar o descritivo e número da apólice do seguro anotado ou imprima. Além disso levem com vocês o número da seguradora, caso precisem acionar o seguro ou precisem de suporte. 

* Em caso de viagem internacional, levem o número do consulado brasileiro, se precisarem de suporte. Isso aplica-se a quem vai ou não contratar o seguro viagem.

*levem a cópia do contrato ou contrato digitalizado

* Não se preocupem com a questão do atendimento, se tiverem em outro país. pois o atendimento é em português.

* Leiam o contrato. Ás vezes tem cobertura que a gente nem sabe que está incluso e que as vezes precisa durante a viagem.

* Não saiam do Brasil sem cobertura, se precisarem irão gastar muito mais, ainda mais se forem para os EUA que a saúde é cara. 

* Alguns países o seguro viagem é obrigatório, irei falar sobre isso no próximo post.



terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Como criar roteiro de viagem

Olá viajantes! Eu sou a Joice, agente de turismo da cvc e passo o dia montando roteiros de viagem na agencia. Auxilio pessoas a otimizarem o tempo, economizem  na viagem, e crio roteiros com melhores localizações, passeios e etc, a fim de fazer com que essas pessoas vivam suas melhores experiencias durante a viagem, e na publicação de hoje, irei mostrar como montar roteiros de viagem. 

Eu sei o quanto tem gente que não aproveita muito a viagem porque não fazem um roteiro pra usar como base, não pesquisam dia de funcionamento dos lugares onde querem ir e acabam chegando lá e está fechado ou quando retornam da viagem descobrem que deixaram de conhecer um passeio imperdível. Pessoas que não compram ingressos com antecedência e perdem muito tempo da viagem em filas para comprarem ingressos ou procurando o lugar onde querem ir, onde comer, etc. 

Pensando nisso, resolvi mostrar como vocês podem montar um roteiro pré viagem para facilitar e otimizar o tempo de sua viagem, principalmente se vocês tem poucos dias para curtirem o destino escolhido.



O roteiro é muito importante e nos auxilia demais na viagem, principalmente para nos dar uma base de quanto iremos gastar em cada dia, e ainda evita imprevistos, como chegar em um determinado lugar e ele está fechado, já pensou? As vezes demora 1h pra chegar, e aí você perdeu aquelas 1h do seu dia, imagine só... se sua viagem for curta, você terá ainda menos tempo para aproveitar, a cada hora perdida. 

Os primeiros passos do planejamento da viagem, eu já mostrei pra vocês no post (como planejar uma viagem) e também já dei dicas de (como juntar dinheiro para viajar). Então, depois que vocês definirem o destino ou quais destinos irão conhecer, o estilo de viagem que querem fazer, a data e quantidade de dias que irão viajar, e tiverem se planejado financeiramente, o próximo passo, é comprar os bilhetes aéreos e eu já mostrei (como comprar passagem aérea barata) e depois reservar a hospedagem, pagar o translado ou se preferirem, utilizem o uber e não esqueçam do seguro viagem, que é mega importante (tema do nosso próximo post). 

Não esqueçam de reservarem os passeios e comprarem os ingressos com antecedência para evitar filas. Pesquisem os horários de funcionamento dos lugares que desejam visitar, se tem mercado próximo a hospedagem que escolheu, restaurantes e quais os preços, pelo menos pra ter uma base de valores, mas sempre levem uma reserva a mais, assim, vocês evitaram de ter surpresas durante a viagem e terem que deixar de fazer algum passeio por falta de planejamento financeiro. 

Leia Também: como juntar dinheiro para viajar

Feito isso, o próximo passo é; fazer uma lista dos lugares que vocês querem conhecer e analisar se a quantidade de dias que escolheu, vai dar pra fazer tudo que está na lista. Listem os lugares que desejam conhecer, quanto tempo irão ficar em cada lugar, o tempo de deslocamento de um lugar para o outro. 

Se os lugares forem muito distantes um do outro, tipo Fortaleza e Jericoacoara cuja a distancia é de 5h de viagem, tentem se hospedar tantos dias em um e tantos dias em outro de acordo com a quantidade de coisas que o lugar tem pra fazer, por exemplo; numa viagem de 7 dias, acredito que o ideal seria fazer 4 dias em fortaleza que tem mais coisa pra fazer e 3 dias em Jeri. 

Vão montando de acordo com as prioridades, caso vão em um lugar que tenha muita coisa pra fazer e pouco tempo para viajar, destaquem as prioridades e deixem as outras coisas para fazerem e conhecerem nas próximas viagens. Acreditem que sempre terá uma nova oportunidade, não se desesperem e nem se sobrecarreguem, curtam a viagem o máximo que puderem, conheçam cada cantinho com intensidade, o importante não será quantos lugares você conheceu, mas o quando você viveu e imergiu de fato. 

Então, se você vai a uma viagem aqui no Rio de Janeiro por exemplo e tem apenas 3 dias de passeios, você pode destacar os principais pontos turísticos e visita-los por proximidade, então um dia você vai até a Zona portuária e conhece o Museu do Amanhã e o Museu de Arte por exemplo e dali vão a Santa Tereza de bondinho, Escadaria Selarón e terminam curtindo a noite na Lapa que são próximos um do outro. No segundo dia vão ao Cristo, depois no pão de açúcar, praia de Copacabana e terminam o dia assistindo ao pôr do sol em Ipanema. E no outro dia vão conhecer a Barra ou Niterói, ou um bate e volta em região dos lagos, sei lá, só não coloquem coisas demais.


Percebam que entre esses lugarem existem mil e outras coisas para fazer, cuidado para não sobrecarregarem o roteiro, não coloquem coisas demais para fazer no mesmo dia, a dica é, priorizar os principais pontos turísticos.  Muito cuidado para não baterem cartão em todos os pontos turísticos, querer zerar tudo e no fim, não aproveitarem nada.Cuidado para não ficarem neuróticos demais com planejamento e a viagem ficar mecânica, tipo, "agora vou ali, mas tenho que ir de pressa por que tal hora vou pra tal lugar"... blá blá blá, por que seria é u ô!

Eu gosto de fazer a tabela do roteiro separando por período, tipo; manhã, tarde e noite e assim não me prendo em horários. Quando você cria tabelas de horários, tipo 10h vou em tal lugar, 11h em tal lugar e 12h tenho que ir no lugar tal você acaba  saindo dos lugares com pressa e não curtindo muito, e ainda corre o risco de se atrasar para o outro lugar. Então tentem fazer tudo por período e tenham bastante coerência na hora de montarem o roteiro.

Lembrem-se que por mais que vocês pesquisem na internet o que o lugar tem pra fazer, o lugar ainda terá muito mais a mostrar do que aquilo que vocês pesquisaram e vocês acabaram descobrindo coisas que não sabiam e informações que não tinham na internet quando vocês pesquisaram, então aproveitem as experiências de cada lugar. 

Não esqueçam de levarem uma agenda ou um bloquinho para anotarem números de emergências, como número da hospedagem que vocês contrataram, endereço, e-mail de confirmação impresso, caso aconteça de vocês chegarem lá e tenha dado algum erro na reserva, vocês terão o email de confirmação da reserva do hotel e eles terão que dar um jeito, sem que você seja prejudicado. Anotem também, número e apólice de seguro que vocês contrataram, número do localizador para fazer check in no aeroporto ou online (no site da companhia), números dos voos de ida e volta, etc.

Leia Também: Seguro viagem, tudo que você precisa saber!


Apps que auxiliam no roteiro:

Tem um app do google maps que vocês podem pesquisar a distância de um lugar para outro, quanto tempo leva pra chegar de um lugar para o outro, tipo de transporte que vocês podem utilizar e como chegar até lá, quais linhas de ônibus pegar para chegar em um determinado destino, mostra a estação de metrô mais próxima, se dá para ir a pé de um lugar para  outro. E o legal é que você pode usar para saber tudo isso e ainda usar o mapa offiline caso esteja sem internet em um determinado lugar.

E tem também, o google my maps, que permite vocês listarem os principais pontos turísticos de um determinado lugar, se é cobrado ingresso de entrada, se tem metrô perto, e ainda dá pra criar roteiros com esse app, listar e marcar os lugares que querem ir, restaurantes que querem comer, ver horários de funcionamento e valores. Dá pra marcar as praias que quer conhecer, os museus, as atrações gratuitas da região. 

E por último, indico os apps  tripadvisor, o blog quanto custa viajar  a comunidade mochileiros.com; o tripadvisor  é ótimo pra ver as fotos dos hotéis e lugares de forma mais realista, pois são fotos de outros viajantes. Os hotéis  costumam colocar as melhores fotos na propaganda e quando você vê, não é nada daquilo. Além disso, ele tem as avaliações dos clientes e assim você fica sabendo se o hotel é realmente bom, se é bem localizado, se a comida do restaurante é bom, etc. 

Blogs e vlogs de viagem:

Assistam dicas no youtube nos vlogs de viagens, sempre dá para encontrar boas dicas com a galera que já visitou o local. Eu não vou indicar porque sigo tantos, mas em breve farei uma publicação só sobre isso ou uma página aqui no blog com o blogroll com blogueiros e vlogueiros de viagem que sigo.

E por falar em blog, o blog quanto custa viajar é ótimo pra vocês terem uma base de valores dos destinos, mas obvio que isso vai depender da temporada, é mais pra ter uma base mesmo. Já a comunidade  mochileiros.com eu particularmente gosto de ler os relatos das experiências de outros viajantes.

E tem o meu blog, é claro! Se inscrevam aqui, para ficarem sempre por dentro das dicas. E em breve farei um canal no youtube tambem, só não tive tempo ainda de gravar e  editar os que já gravei, mas em breve hahaha enquanto isso, vocês já podem se inscrever no canal e ativarem as notificações clicando AQUI hehehehehe 

Agencias de viagens:

Bom, se você chegou até aqui e achou que tudo isso dá muito trabalho e você é uma daquelas pessoas sem tempo pra nada ou que não consegue administrar seu tempo, eu indico as agencias de viagens, os agendes já fazem tudo isso, sem que você se preocupe com nada.

E, é claro que a agencia que indico, é a cvc turismo, não só porque eu trabalho e sou agente de turismo lá, não estou sendo paga pra falar nada disso, que fique claro, mas é exatamente porque conheço como funciona. E quem conhece sabe, que a cvc é a maior e mais conhecida operadora de turismo da América Latina, a primeira companhia de turismo a fretar aviões. 


É uma agencia que já tem credibilidade e confiança no mercado há 47 anos. Eles tem parcerias financeiras com bancos, possibilitando seus clientes formas de pagamento diferenciadas, como; carne em até 10x sem juros ou cartão de crédito em até 10x sem juros e dependendo da promoção até 15x sem juros. 

Os agentes são atenciosos e te ajudam com tudo na sua viagem. Não será preciso anotar nada, além do contrato, vocês recebem o voucher (documento de viagem) onde tem tudo impresso; número da prestadora de seguro para vocês entrarem em contato, número da apólice e informações de cobertura do seguro viagem, caso tenha contratado o serviço, tem o localizador do aéreo, número dos voos de ida e volta, endereço e número do hotel, e números da cvc onde você contratou, caso precisem de suporte, etc. 

Eles fazem tudo isso sem taxa adicional, sem que seja necessário você se preocupar e confirmar nada com o hotel. Não há necessidade de se preocupar com erros na reserva ou voos, porque caso isso aconteça, a própria agencia resolve tudo juntos as companhias aéreas. 

Eu não vou indicar a que trabalho, porque sei que nem todo mundo mora por aqui e tem cvc em todo lugar, além do mais, por questão de segurança também, por que não sabemos quem está navegando na internet né, mas vocês também podem comprar pela cvc online se preferirem, e ainda me ajudar a ganhar comissões hahahaha. Só clicar AQUI  que vocês serão direcionados ao site da cvc através do meu ID.

* Lembrando que a opção de pagamento com carne, é somente nas lojas físicas, online você não tem todo suporte como nas lojas físicas.

É isso! Agradeço aos que leram até aqui, boa viagem.