23 jan, 2019

Como criar roteiro de viagem

Olá viajantes! Eu sou a Joice, agente de viagem, e uma das coisas no meu trabalho é, além de vender, é entender a necessidade do cliente e a partir daí montar roteiros de viagem. Eu auxilio pessoas a otimizarem o tempo, economizem  na viagem, e crio roteiros com boas localizações, passeios e etc, a fim de fazer com que essas pessoas vivam suas melhores experiencias durante a viagem, e na publicação de hoje, irei mostrar como montar roteiros de viagem.

Eu sei o quanto tem gente que não aproveita muito a viagem, por que não pesquisam dia de funcionamento dos lugares onde querem ir e acabam chegando lá e está fechado ou quando retornam da viagem descobrem que deixaram de conhecer um passeio imperdível. Pessoas que não compram ingressos com antecedência e perdem muito tempo da viagem em filas, não pesquisam os lugares que querem ir, horário de funcionamento, onde irão comer, e acabam perdendo tempo procurando e muitas vezes se decepcionam, por que a comida não é boa, etc.

Pensando nisso, resolvi mostrar como vocês podem montar um roteiro pré viagem para facilitar e otimizar o tempo de sua viagem, principalmente se vocês tem poucos dias para curtirem o destino escolhido.

 


O roteiro é muito importante e nos auxilia demais na viagem, principalmente para nos dar uma base de quanto iremos gastar em cada dia, e ainda evita imprevistos, como chegar em um determinado lugar e ele está fechado, já pensou? As vezes demora 1h pra chegar, e aí você perdeu aquelas 1h do seu dia, imagine só… se sua viagem for curta, você terá ainda menos tempo para aproveitar, a cada hora perdida.

Os primeiros passos do planejamento da viagem, eu já mostrei pra vocês no post como planejar uma viagem e também já dei dicas de como juntar dinheiro para viajar e como comprar passagem aérea barata.

O próximo passo é; fazer uma lista dos lugares que vocês querem conhecer e analisar se a quantidade de dias que escolheu, vai dar pra fazer tudo que está na lista. Listem os lugares que desejam conhecer, quanto tempo irão ficar em cada lugar, o tempo de deslocamento de um lugar para o outro.

Se os lugares forem muito distantes um do outro, tipo Fortaleza e Jericoacoara cuja a distancia é de 5h de viagem, tentem se hospedar tantos dias em um e tantos dias em outro de acordo com a quantidade de coisas que o lugar tem pra fazer, por exemplo; numa viagem de 7 dias, acredito que o ideal seria fazer 4 dias em fortaleza que tem mais coisa pra fazer e 3 dias em Jeri.

Vão montando de acordo com as prioridades. Caso vão em um lugar que tenha muita coisa pra fazer e pouco tempo para viajar, destaquem as prioridades e deixem as outras coisas para fazerem e conhecerem nas próximas viagens. Acreditem que sempre terá uma nova oportunidade, não se desesperem e nem se sobrecarreguem, curtam a viagem o máximo que puderem, conheçam cada cantinho com intensidade, o importante não será quantos lugares você conheceu, mas o quando você viveu e imergiu de fato.

Então, se você vem a uma viagem aqui no Rio de Janeiro, por exemplo e tem apenas 3 dias de passeios, você pode destacar os principais pontos turísticos e visita-los por proximidade, então um dia você vai até a Zona portuária e conhece o Museu do Amanhã e o Museu de Arte por exemplo e dali vão a Santa Tereza de bondinho, Escadaria Selarón e terminam curtindo a noite na Lapa que são próximos um do outro. No segundo dia vão ao Cristo, depois no pão de açúcar, praia vermelhor e terminem o dia na mureta da Urca, que é super divertido, com direito á pôr do sol com vista para o Cristo. E no terceiro dia, vão ao  Parque Lage, Jardim botânico, praia de Copacabana e terminam o dia assistindo ao pôr do sol em Ipanema, ou sei lá, só não coloquem coisas demais.

Percebam que entre esses lugares, existem mil e outras coisas para fazer, mas cuidado para não sobrecarregarem o roteiro. Não coloquem coisas demais para fazer no mesmo dia, a dica é, priorizar os principais pontos turísticos. Muito cuidado para não baterem cartão em todos os pontos turísticos, querer zerar tudo e no fim, não aproveitarem nada.

E Cuidado também para não ficarem neuróticos demais com planejamento e a viagem ficar mecânica, tipo, “agora vou ali, mas tenho que ir de pressa por que tal hora vou pra tal lugar”… blá blá blá, por que seria é u ô!

Eu gosto de fazer a tabela do roteiro separando por período, tipo, manhã, tarde e noite e assim não me prendo em horários. Quando você cria tabelas de horários, tipo 10h vou em tal lugar, 11h em tal lugar e 12h tenho que ir no lugar tal você acaba  saindo dos lugares com pressa e não curtindo muito, e ainda corre o risco de se atrasar para o outro lugar. Então tentem fazer tudo por período e tenham bastante coerência na hora de montarem o roteiro.

Lembrem-se que por mais que vocês pesquisem na internet o que o lugar tem pra fazer, o lugar ainda terá muito mais a mostrar do que aquilo que vocês pesquisaram e vocês acabaram descobrindo coisas que não sabiam e informações que não tinham na internet quando vocês pesquisaram, então aproveitem as experiências de cada lugar.

Não esqueçam de levarem uma agenda ou um bloquinho para anotarem números de emergências, como número da hospedagem que vocês contrataram, endereço, e-mail de confirmação impresso, caso aconteça de vocês chegarem lá e tenha dado algum erro na reserva, vocês terão o email de confirmação da reserva do hotel e eles terão que dar um jeito, sem que você seja prejudicado. Anotem também, número e apólice de seguro que vocês contrataram, número do localizador para fazerem check in no aeroporto ou online (no site da companhia), cópia do bilhete aéreo que contenha as informações do voo.

Leia Também: Seguro viagem, tudo que você precisa saber!

Apps que auxiliam no roteiro:

Tem um app do google maps que vocês podem pesquisar a distância de um lugar para outro, quanto tempo leva pra chegar de um lugar para o outro, tipo de transporte que vocês podem utilizar e como chegar até lá, quais linhas de ônibus pegar para chegar em um determinado destino, mostra a estação de metrô mais próxima, se dá para ir a pé de um lugar para  outro. E o legal, é que você pode usar para saber tudo isso e ainda usar o mapa offiline caso esteja sem internet em um determinado lugar.

E tem também, o google my maps, que permite vocês listarem os principais pontos turísticos de um determinado lugar, se é cobrado ingresso de entrada, se tem metrô perto, e ainda dá pra criar roteiros com esse app, listar e marcar os lugares que querem ir, restaurantes que querem comer, ver horários de funcionamento e valores. Dá pra marcar as praias que querem conhecer, os museus, as atrações gratuitas da região.

E por último, indico o app do  tripadvisor, é ótimo pra ver as fotos dos hotéis e lugares de forma mais realista, pois são fotos de outros viajantes. Os hotéis  costumam colocar as melhores fotos na propaganda e quando você vê, não é nada daquilo. Além disso, ele tem as avaliações dos clientes e assim você fica sabendo se o hotel é realmente bom, se é bem localizado, se a comida do restaurante é boa, e informações dos pontos turísticos, etc.

Grupos, blogs e vlogs de viagem:

Assistam dicas no youtube, nos vlogs de viagens, sempre dá para encontrar boas dicas com a galera que já visitou o local. Eu não vou indicar porque sigo tantos, mas em breve farei uma publicação só sobre isso ou uma página aqui no blog com o blogroll com blogueiros e vlogueiros de viagem que sigo.

E por falar em blog, o blog quanto custa viajar é ótimo pra vocês terem uma base de valores dos destinos, mas obvio que isso vai depender da temporada, é mais pra ter uma base mesmo. Já a comunidade  mochileiros.com eu particularmente gosto de ler os relatos das experiências de outros viajantes. E tem o meu blog, é claro! E em breve, irei postar vídeos no meu canal no youtube tambem, só não tive tempo ainda de gravar e  editar, por que dá trabalho viu? Mas vocês já podem se inscreverem no canal e ativarem as notificações clicando AQUI hehehehehe

Agencias de viagens:

Bom, se você chegou até aqui e achou que tudo isso dá muito trabalho, e você é uma daquelas pessoas “sem tempo pra nada” ou que não consegue administrar seu tempo, eu indico as agencias de viagens, os agendes já fazem tudo isso, sem que você se preocupe com nada.

E, é claro que a agencia que indico, é a cvc turismo, não só porque eu trabalho e sou agente de turismo lá, não estou sendo paga pra falar nada disso, que fique claro, mas é exatamente porque conheço como funciona. E quem conhece sabe, que a cvc é a maior e mais conhecida operadora de turismo da América Latina. É uma agencia que já tem credibilidade e confiança no mercado há 47 anos. Eles tem parcerias financeiras com bancos, possibilitando seus clientes formas de pagamento diferenciadas, como; carne em até 10x sem juros ou cartão de crédito em até 10x sem juros e dependendo da promoção até 15x sem juros.

Os agentes são atenciosos e te ajudam com tudo na sua viagem. Não será preciso anotar nada, além do contrato, vocês recebem o voucher (documento de viagem) onde tem tudo impresso; número da prestadora de seguro para vocês entrarem em contato, número da apólice e informações de cobertura do seguro viagem, caso tenha contratado o serviço, tem o localizador do aéreo, número dos voos de ida e volta, endereço e número do hotel, e números da cvc onde você contratou, caso precisem de suporte, etc. Eles fazem tudo isso, não há necessidade de se preocupar com erros na reserva ou voos, porque caso isso aconteça, a própria agencia resolve tudo junto as companhias aéreas.

É isso! Agradeço aos que leram até aqui, boa viagem!

 




 
Rotina Trip

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

3 Comentários

  • […] Leia também: Como criar roteiro de viagem […]

  • Edilene Alves
    setembro 15, 2019

    Muito obrigada pelas docas e informações. São sensacionais !! Parabéns