sexta-feira, 10 de julho de 2020

O QUE FAZER EM SANTA TERESA? AS MELHORES DICAS!

Olá viajantes! Voltei! E hoje eu irei falar sobre o bairro mais charmoso da capital do Rio de Janeiro, Santa Teresa!

Conhecida como “santa”, para os cariocas! Um bairro super boêmio e ao mesmo tempo calmo, no sentido urbano, longe daquele trânsito do Rio, sabe? Quando você chega em Santa Teresa, parece que você fez uma viagem no tempo!

É um bairro super bucólico, lindo, com palacetes e casarões antigos de 1940, uma arquitetura fantástica, paisagens maravilhosas, uma mistura de música, arte, cultura e gastronomia.

Se vocês ainda não conhecem Santa Teresa, ou estão pensando em visitar, não deixem de ler esse artigo. Por que, aqui eu conto um pouco da história, o que fazer, como chegar, e ainda, dou dicas para quem quer conhecer esse bairro encantador.


Santa Teresa é um bairro da zona central do Rio de Janeiro, que fica bem no alto de um serra entre a zona central e zona sul, com um vista de tirar o folego! Tem uma localização privilegiada da cidade, dá pra ir a pé para o centro do Rio de Janeiro e fica próximo dos principais bairros turísticos do Rio de Janeiro.

Um bairro artístico, super colorido, cheio de arte, cultura, ateliês, e muitos dos artistas, abrem suas casas nos proporcionando uma imersão cultural muito bacana.

O lugar também tem várias cafeterias, bares, restaurantes, e até castelo (Castelo do Valentim), além do tradicional cinema do bairro, chamado Cine Santa Teresa. É conhecida principalmente pelo seu tradicional bonde, que carinhosamente, chamamos de bondinho de Santa Teresa, o único bairro inclusive, que manteve o bonde como meio de transporte até hoje.

Explorem Santa Teresa com a melhor fotografa do Rio de Janeiro.

BREVE HISTÓRIA:

O nome do bairro, surgiu por causa do Convento de Santa Teresa no séc XVIII e, inicialmente era habitado pela classe alta da época, e seus casarões e mansões, foram inspirados na arquitetura francesa.

Em 1896, o famoso bonde de Santa Teresa, iniciou o funcionamento, ligando os bairros da Lapa e Santa Teresa, através do aqueduto da carioca, mas conhecido como Arcos da Lapa.

Com o passar dos anos, “perdeu” seu status de bairro nobre, mas passou a ser de interesse turístico, por causa da história, cultura, facilidade logística, e também por manter o tradicional bonde.

O QUE FAZER EM SANTA TERESA?

FAÇAM O TRADICIONAL PASSEIO DE BONDINHO;



O ingresso do bonde custa 20,00 ida e volta. Estudantes de redes públicas uniformizados não pagam, bem como maiores de 65 anos e moradores de Santa Teresa.

A estação do bonde, fica na rua Lélio Gama, 2, centro – Rio de Janeiro – RJ. E abre de segunda à sexta 08h ás 17h40, sábados de 10h ás 17h40, domingos e feriados 11h ás 16h40.

EXPLOREM O BAIRRO E OS ATELIÊS;

O bairro é lindo, vale à pena explorar, mas tenham cuidado para não saírem da rota turística sem conhecer. Vou deixar um mapinha que eu peguei no site oficial do Bonde de Santa Teresa para vocês se guiarem.

Foto do site oficial do Bonde.


A primeira parada
, é no Largo do Curvelo; é dali que vocês irão se deslocar para o Parque das Ruínas e Museu Chácara do céu (5 minutos a pé e bem sinalizado). É dali, também que podemos nos deslocar para a Escadaria Selarón, mas eu não recomendo irem a pé até a escadaria, somente no Parque das Ruínas e no Museu, a menos que estejam em grupo, mas tenham atenção.

Não é um bicho de 7 cabeças, eu mesmo já fui a pé sozinha várias vezes, mas eu conheço né, e por isso, se você não conhece, não vá sozinho! É melhor ir pela Lapa mesmo.

A segunda parada, é no Largo dos Guimarães; que é basicamente o centrinho de Santa Teresa. Dali vocês vão fazer o passeio todo praticamente a pé. E sim, parece cansativo, eu sei, mas não é! Do Largo dos Guimarães até as lojinhas, ateliês, cinema e bares, levam entre 1 a 5 minutos a pé, o cinema por exemplo, e alguns ateliês são em frente. Ali vocês podem caminhar tranquilo, pois é seguro e muito movimentado, mas tenham sempre atenção, como em qualquer outro lugar do mundo.

Foto Google imagens

Os ateliês são galerias de artes dos artistas locais do bairro, e ficam a 2 á 5 minutos á pé da estação do Largo dos Guimarães, todos na rua: Almirante Alexandrino. São eles; o ateliê Zambê (n° 402), o La vereda (n° 428) , o Camayoc Huasi do artista Domingos Cardoso (n° 342) e o ateliê Gamar (n° 470). Os que eu mais gostei, foram o La vereda e o Camayoc Huasisuper recomendo!

E tem também, o ateliê Chamego Bonzolândia, que fica no meio da rua (n° 1029) e, é muito conhecido. Fica próximo a entrada do Mirante do Rato molhado e  pertence ao sr. Getúlio e seu filho Victor. As obras são feitas de materiais recicláveis, e a obra mais tradicional, é o mini bonde de Santa Teresa. 

Tem muitos outros ateliês em Santa Teresa, a maioria são dentro das próprias casas dos artistas. E uma vez por ano, acontece um evento chamado “Arte de Portas Abertas” no bairro. Um evento gratuito, que leva o visitante a ter uma experiência única com o trabalho dos artistas.

Como funciona e quando acontece?

Vários ateliês do bairro abrem suas portas para uma imersão cultural entre o artista e os amantes da arte. Em algumas ruas, artistas expõem seus trabalhos nas calçadas, é muito bacana!

Este ano não teve, e provavelmente não vai ter, em função da pandemia, mas para quem está pensando em vir no ano que vem (2021), acompanhem a página do evento no facebook ARTE DE PORTAS ABERTAS.

CONHEÇAM O CINE SANTA TERESA;

O charmoso e aconchegante Cine de Santa Teresa, fica em frente a estação do Largo dos Guimarães, foi inaugurado em 2003 com a exibição do filme “Deus é brasileiro”.

O espaço é rústico, pequeno e bem antigo, nos remete a sensação de estar no interior, sabe? É uma experiência muito boa, e que lembra o passado. Todas as segundas, existe uma promoção de 50% no Cine para todas as pessoas.

CONHEÇAM O PARQUE DAS RUÍNAS;


O parque das Ruínas está a 5 minutos a pé da estação Largo do Curvelo.

Leiam também: Conheçam o Parque das Ruínas em Santa Teresa.

VISITEM O MUSEU CHACARÁ DO CÉU;


O museu chácara do céu fica ao lado do Parque das Ruínas e pode ser acessado por dentro do Parque das Ruínas por serem integrados.

Leiam também: visitem o museu chácara do céu.

VISITEM A ESCADARIA SELARÓN;



A Escadaria Selarón está a 10 minutos de Santa Teresa.

Leiam também: Escadaria Selarón, um lugar cheio de arte e cores.

TIREM FOTOS NOS ARCOS DA LAPA E CURTAM UM BY NIGHT;

Foto Google imagens


A Lapa está a 10 minutos de Santa Teresa e 5 minutos da Escadaria Selarón.

Leiam também: O que fazer na Lapa ? onde comer e se hospedar?

ASSISTAM O PÔR DO SOL NO MIRANTE DONA MARTA;



O Mirante Dona Marta, tem uma das vistas mais bonitas do Rio de janeiro, e fica há 16 minutos de carro de Santa Teresa, e vocês podem usar o Uber pra chegar até lá, e aproveitar o fim de tarde assistindo um belíssimo pôr do sol.

Leiam também: Como chegar no Mirante Dona Marta.

MIRANTE DO RATO MOLHADO;

Foto Google imagens

O mirante do Rato Molhado fica á 10 minutos a pé do Largo dos Guimarães, onde é possível observar a paisagem do Rio. É bonito? É! Mas eu particularmente, não acho que vale á pena ir até lá, por que é quase a mesma vista que vocês já vão ver de outros pontos em Santa Teresa. Eu recomendo apenas se vocês tiverem com tempo. Agora se a viagem for curta, acho que vale vocês otimizarem o tempo de vocês com outras atrações mais diferentes, só por isso!

COMO CHEGAR EM SANTA TERESA:

Metrô + bonde de Santa Teresa;

Sem dúvidas o melhor meio de transporte para chegar até Santa Teresa é o metrô até a estação da Carioca, de lá, dá para ir a pé (6 minutos) até a Rua Lélio Gama, onde fica a estação do bonde de Santa Teresa.



Para quem não quer subir de bondinho;

A estação mais próxima, é a Cinelândia, principalmente para quem vem pela Zona Sul da cidade. Daí, é só vocês seguirem em direção a Escadaria Selarón, para iniciarem o roteiro por lá, são 10 minutos a pé, da estação da Cinelândia pra até a escadaria, mas só façam isso, se estiverem em grupo e muito cuidado! Eu já fui até sozinha por esse caminho, para não precisar gastar com bonde e foi muito de boa, mas há relatos de assalto na rua do final da Escadaria Selarón, e eu como agente de viagem, não posso deixar de alertar sobre isso!


Aeroporto Santos Dumont;

Do Santos Dumont, vocês podem pegar um uber até a estação do bonde de Santa Teresa, que levam uns 11 minutos de carro.

Aeroporto do Galeão (na ilha);

Do Galeão até o centro da cidade, onde fica a estação do bonde, levam 25 minutos de carro, mas dependendo do dia e horário, vocês poderão enfrentar muito engarrafamento e perder parte da viagem no transito. Então, a melhor opção, é pegar o BRT + Metrô.

Como funciona?

No aeroporto do Galeão, existem duas estações de BRT:

Estação Galeão Tom Jobim 1 (que fica na porta H do desembarque do terminal 1) e a estação Galeão Tom Jobim 2 ( que fica na porta D do desembarque do terminal 2).

Depois que vocês  pegarem o BRT, será necessário fazer a integração com metrô, na estação Vicente de Carvalho, até a estação da Cinelândia,  dali até a escadaria, são 8 minutos a pé ou você pode ir pela estação da carioca também, e fiquem tranquilos, por ali, é super de boa e movimentado.

Ônibus;

De ônibus, vocês podem optar em pegar pelas linhas 006007 ou 014. Clicando em cima de qualquer umas das linhas de ônibus, vocês serão direcionados ao Moovit, para saber os itinerários, horários e paradas.

Leiam também: onde comer em Santa Teresa?

Leiam também: onde se hospedar em Santa Teresa?

DICAS E INFORMAÇÕES UTEIS:

Usem roupas e sapatos confortáveis, levem uma garrafinha de água e protetor solar em dias de sol.

Na estação do Largo do Curvelo é possível vocês pegaram gratuitamente um mapinha da cidade do Rio de janeiro.

O bairro é muito bem sinalizado e as atrações que eu sugeri no artigo são bem próximas uma das outras, e da pra fazer tudo a pé, de boa! O bairro é tranquilo, apesar dos rumores de assaltos. Vocês só precisam ter atenção, como em qualquer lugar! Então evitem sair muito da rota que vocês não conhecem e fiquem atentos!

Em função da pandemia, alguns lugares ainda estão fechados, e aos poucos reabrindo, em nosso novo normal, mas acredito que até o final desse mês (julho 2020) reabram o restante. Então tenham cuidado, usem mascara e álcool gel e respeitem as instruções de saúde.

Eu preparei essa publicação com muito carinho e dedicação, espero ter ajudado vocês! Me contem nos comentários, o que vocês acharam do bairro? Se vocês já foram, qual lugar mais gostaram de visitar? Se achou que faltou alguma coisa, compartilhem ai conosco nos comentários.

Explorem Santa Teresa com a melhor fotografa do Rio de Janeiro.

Beijos, até a próxima!



Texto:  Agente  de viagem Joice Lima, equipe Rotina Trip./ Imagens autorais e algumas do Google imagens (especificadas em cada foto). 




Nenhum comentário:

Postar um comentário